Caiu no poço. Quem te tira?

Sob raios de sol que da janela iluminavam a porta do banheiro eu te vi chorar

Você disse que preferia não mais me amar

E deixou as minhas flores para trás

Era insustentável a leveza das pétalas

As marcas dos espinhos ficaram para sempre

Obcecado e devastado

Não consigo preparar o meu café

Eu me escondo do sol em todos os cantos

E choro

Porque isso é muito mais do que um simples adeus

Porque quando eu olhava em seus olhos,

Eu só via o azul

E você não estava mais lá

É apenas um sentimento, só mais um sentimento que eu tenho

Porque é difícil acreditar que acabou

Te tomei pela mão e te levei ao fundo do meu poço

Perdi o controle e em algum momento te quis de volta

Mas você fico por lá.

É difícil acreditar

Mas aquilo era tudo o que eu tinha naquele momento

Venha, tire sua roupa, confesse que ainda é meu

Estou rolando em uma cama de lágrimas

Ainda deitado no escuro

Sem sol, sem luz, sem você

Tanta coisa para dizer

Não é só o jeito como você sorri

É o jeito que vê através de meus olhos.

E do meu mais escuro olhar você se recusaria a fugir

a fugir do amor que se esforçou tanto para salvar

De todos os bichos do mundo eu quis você

(adaptação livre de Just a Feeling, Maroon Five)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s