Filhos não deveriam partir antes de seus pais

 

Há um ano Apolo partiu, eu o deixei partir num ato de misericórdia. Meu filho já não tinha forças para lutar e aquele que eu segurei no colo pela última vez era apenas o espectro do cachorro mais feliz que eu já correr por esse mundo. A pior decisão que já tive de tomar, mas a mais acertada.

Há um ano meus dias estão mais pesados, não consigo chegar em casa e não esperar que ele venha me derrubar e arranhar todo meu braço, sujar minha roupa branca e rasgar minha pasta de médico. Com Apolo aprendi a ter mais compaixão, a perdoar, a esquecer, relevar. Tentei ensinar a ele algumas coisas, truques, um pouco de adestramento, mas no final que mais aprendeu na relação fui eu.

 

Espero que um dia o encontre em outro plano. Tenho certeza de que ele está lá em cima, olhando pra mim de língua de fora, latindo tentando chamar minha atenção. E ele ainda deve dormir apoiado numa nuvem, de barriga pra cima com a língua pendendo pra fora daquela bocona que só ficava aberta.

🙂

Anúncios

4 comentários sobre “Filhos não deveriam partir antes de seus pais

  1. Ju disse:

    Que lindo, Fábio! E concordo com vc… Minha Cherry partiu da mesma maneira em outubro do ano passado, no meu colo, após a decisão dificílima mas acertada…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s