Borboleta

Hoje acordei com essa música na cabeça:

Borboleta – Marisa Monte/Folclore Nordestino

Borboleta pequenina saia fora do rosal

Venha ver quanta alegria

Que hoje é noite de Natal

Eu sou uma borboleta

Pequenina e feiticeira

Ando no meio das flores

Procurando quem me queira

Borboleta pequenina

Venha para o meu cordão

Venha ver cantar o hino

Que hoje é noite de Natal

 

O Natal está longe, eu não me sinto como uma dessas borboletas borboleteando por aí, por mais que eu não esteja oficialmente namorando. Porque então essa música? Acho que é a melodia, muito bonita, adoro, e tinha muito tempo que não ouvia essa canção, muito estranho. Ontem a noite tomei uma taça de vinho antes de ir dormir, acho que isso liberou alguns monstros dentro de mim. Acordei por volta das nove, sim, não fui trabalhar hoje, paralisação dos funcionários da prefeitura, esperamos por melhora do salário e condições de trabalho. Não custa sonhar.

Para variar um pouco, agora estou vendo um filme com meu irmão, tentando fazer atividades de estatística para o meu peguete, criando um vídeo usando o iMovies e escrevendo no meu blog. Não consigo fazer uma coisa de cada vez, ou faço várias ou durmo. É o meu jeitinho. O filme nem sei qual’é. Estatística para mim é igual cantar o Abecedário da Xuxa para a Carla Perez, impossível. iMovies eu amo e estou aprendendo a usar e escrever é fácil, não sai nada que presta mesmo. Gostaria de dar conta mesmo é de fritar ovo, fazer permanente no cabelo e dançar a ragatanga ao mesmo tempo, isso sim seria impressionante.

Esqueci de levar meus fones de ouvido para academia, então eu e meu iPhone ficamos escutando conversas fiadas do mais fino requinte. Durante alongamento a dúvida das loiras era se levar roupa de frio para o carnaval em Tiradentes era ou não exagero. Eu acho que não. Fui fazer exercícios com a barra e ouvi uma longa conversa sobre as diferenças entre boxe, muai tai e jiu-jitsu, interessantíssimo, nossa, melhor que ver vídeos da Nazaré no YouTube. Por fim fui fazer minhas abdominais e tive de ouvir que os caras vão pra Diamantina e vão levar apenas cuecas e duas camisetas, porque afinal eles vão ficar mesmo o tempo todo sem camisa mesmo ou pelados pegando as meninas. Meus sais. Que falta que não faz um fone de ouvido. Fora que tem um velho caduco na minha academia que fica gritando “Galo”o tempo todo e chamando todo mundo de viado. Acho que estou muito ranzinza, vou voltar a tomar meu citalopram com banana.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s